Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

domingo, 10 de fevereiro de 2008

Pintar o Verbo



17 comentários:

Eärwen Tulcakelumë disse...

"Tempestades de palavras são
Remoinhos de cor"

Banham nossa alma
Nos fazendo falar de amor e dor...

Assim é a nossa vida, sempre carregada de emoção.

Pérolas incandescentes de inspiração.

Eärwen

M. disse...

Acabei de descobrir que não passo sem tempestades destas.

Beijo

marisa disse...

Perfeito!

bj

marisa

gasolina disse...

Eärwen,

Todas as dores e todos os amores pudessem ser cantados e pintados!

Mas a paleta dos sentires tem tons que a cor ainda procura...

Um beijo, Senhora do Fogo

gasolina disse...

M.,

Acabei de descobrir outra coisa.
Um dia pinto-a em palavras e saberás do que falo.

Um beijo(s)

gasolina disse...

Marisa,

Esse adjectivo é demasiado para as minhas telas!

Mas agradeço-te tanta generosidade.


beijinho

Klatuu o embuçado disse...

Andas muito pictórica... :)=

Beijocas.

Moonlight disse...

Esse olhar que muda de cor quando olha para o céu... talvez um remoinho de pensamentos.

Beijo

marisa disse...

Não foi generosidade! Foi a minha (modesta) opinião. Acho perfeita a combinação entre a tela e a frase.

Perfeito e belo!

bj

marisa

P.S. fiquei a saber que pintas com palavras e com tinta mesmo...

pin gente disse...

quantas tempestades se fazem nos
nos silêncios
quanta escuridão nasce no turbilhão do termo
desbota toda a cor de uma paleta
e procuro-me em vão nesse lugar ermo

pin gente disse...

perdoa descolorir do teu colorido
consigo seguramente imaginar um remoinho de cor
vivo!
fugiu-me a mão para a tristeza e não o devia ter feito

beijo
luísa

Aspásia disse...

TARDE CHEGO, SENHORA, A ESTE TEMPESTUOSO REMOINHO DE COLORIDA EMOÇÃO!

A PROCELA DOS DIAS TRABALHOSOS ME NÃO PERMITIU APORTAR MAIS CEDO A VOSSO SEGURO E AMENO PORTO DE AMIZADE!

BEIJINHO GRUMETE :)

gasolina disse...

KLatuu,

Ehehehe...

Hoje e todos os Domingos.

:~D

Beijos Grande Klatuu

gasolina disse...

Moonlight,

Muda sim.
Para o céu e para o rio.

Um beijo, grande

gasolina disse...

Marisa,

Muito obrigado.

Mas nem sequer me aventuro a expor à luz do dia o que pintalgo... ou o que rabisco nos carvões.

Um beijo forte

gasolina disse...

Pin,

(2 em 1)

Há silêncios que ensurdecem, há palavras que emudecem.
Apenas uns quantos as sabem.

Não fico nada triste dos belos presentes que me deixaste; antes pelo contrário, são um privilégio.

Mas não te quero triste.

Um beijo, Luísa

gasolina disse...

ASPÁSIA,

V.EXA. CHEGA SEMPRE A TEMPO. A ÁRVORE NÃO FOGE NEM EU!

CÁ VOS ESPERO, SEMPRE!

BEIJO ENORME, JARDINEIRA