Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

quinta-feira, 1 de abril de 2010

Dia da mentira (verdade?)

Desvendar as verdades pode parecer corajoso, e é-o, mas há também a considerar a cobardia de a termos mantido em segredo. Seja para nós seja em outros momentos em que não somos quem pensam que somos.

Eu sou outros.

Já o afirmei por diversas vezes, porém esta verdade tão absolutamente verdadeira parece disfarçar-se de mais uma coisa que se diz, uma verdade juntando-se a tantas outras verdades, que julgo, ninguém entendeu como sendo verídicas.

Que diríam se eu dissesse que estou morta, enterrada e benzida e voltei para vos contar como foi?

Acharíam que era uma história inventada, uma verdade que gostaríam se repetisse... mas não passava de ficção.

É verdade.

Já pereci tantas vezes quantas aquelas que precisei para voltar a ser verdadeira nos outros eus.

7 comentários:

Silvestre Raposo disse...

há muitos "eus" em cada um de todos nós. abraços

Vicktor disse...

Querida Gasolina

Todos os teus eus, e são tantos, têm um ponto comum: a tua integridade...

Por isso tenho sempre na minha memória as muitas vezes que me cruzei com os teus diversos "eus"...

Por isso tenho uma riqueza enorme de memórias.

Beijinho.

Gasolina disse...

Silvestre,

Dessa essência muitos tentam escondder os eus. Eu também tentei abafá-los. Mas um dia descobri que eles me sufocavam devagarinho.

Que libertação quando os olhei!

Beijo

Gasolina disse...

Vicktor,

Terei eu uma riqueza enorme por te ter folha. Por te ter perto. Por te ter conhecido.

Abraço profundo.

observatory disse...

dedicatoria?

tu sabes que é preciso muito :)))

q quem?

Alien8 disse...

"Je est un autre" - escreveu Rimbaud. Não exactamente neste contexto, mas há pontos de contacto, ou pelo menos vejo-os.

Papoila - BF disse...

todos somos outros em certos momentos.

Um beijo
BF