Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

terça-feira, 16 de junho de 2009

Perfil do tempo

O tempo escorre-me. Eu derrapo.


Voltou de novo a despistar-se numa curva qualquer que ainda não descobri.


...Talvez sim e apenas me acuse.

Talvez sim porque a fertilidade das palavras encharcou-me de novo e nada faría pressagiar esta vaga imensa que me deitou os joelhos por terra. Vergo-me.


Talvez não, talvez tenha baralhado as prioridades de quem me chama e tudo isto no final se trate tão só de uma escolha.


Nem sempre o urgente é o importante. Resta apurar se a urgência dos eus é o mais importante para a felicidade do mim. Se do tempo dependo se de mim espartilhada culpo os outros na responsabilidade da escolha.

10 comentários:

tiaselma.com disse...

Tempo e escolhas... Dois algozes. Deixar-se dominar, dominando-os, requer arte e saber. Aprenderemos belo dia? Ou não vale a pena, melhor seguir assim, rio rompendo margens, lançando-se ao mar?

Beijocas sem urgência. E carinhosas.

Da admiradora em terras brasilis.

Teresa Queiroz disse...

o tempo tambem te persegue...)

gostei

f@ disse...

Quando derretem os ponteiros do relógio no tempo húmido ....

é ur g e n t e travar devagar...
parar...

imenso beijinho

Papoila disse...

O Tempo não pode derrapar quando se tratada da felicidade de ti :)

Um Beijo
BF

Gasolina disse...

Tia Selma,

Aprender mesmo acho que nunca vou aprender. Mas já vou dando menos importância a certos pormenores que consumíam as minhas horas e me encolhíam o riso.

No final das contas, não sobrava muito nem para mim nem do tempo...


Não faz mal. Eu gosto de mar e sou uma excelente nadadora cheia de folego.

Um beijo a ti.
O Verão rompeu por aqui. Calor de abraços.

Gasolina disse...

Teresa Queiroz,

Não sei se é ele que me persegue se sou eu que corro atrás dele e não tenho pernas para o alcançar...


Fica bem

Gasolina disse...

F@,

Ensina-me.

Como se faz essa proeza de travar?


Beijo grande Menina das Nuvens

Gasolina disse...

Papoila,

É inevitável, não é?

Tanto que (ainda) quero fazer, ver, escrever. E o tempo a escorrer para outras coisas - necessárias e importantes é certo - mas que não me dão tanta felicidade...

Nada a fazer, é tentar gerir.


Um beijo Papoila dos Girassóis

Laura disse...

Pois... o tempo foge-nos, de facto.
Uma vez perguntaram-me "qual é o teu maior receio?".
E eu respondi "não ter tempo".

Gasolina disse...

Laura,

E eu acrescento:

Para tudo o que ainda falta escrever e dançar.