Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

domingo, 28 de junho de 2009

Ouvir as nuvens

Peço às cigarras o silêncio, da lua não quero nada.
Espero que chova, talvez chores, talvez pressintas, talvez adivinhes, talvez distante me toques.
Peço ao céu uma mudança, do amanhã quero nada.
Espero sorrir, um afago, roçagar de rosa branca, talvez um dia empalideça na tua memória e tu perdido em ti me sonhes.
Peço ao tempo que se quede, dos deuses não quero nada.
Espero rara e difusa o fio da lembrança, o contorno da voz, o sopro da presença.
Não busques mundo fora, vem ouvir as nuvens.





(in Versos Ainda Mais Doidos, C.G -27/08/2007)

12 comentários:

escarlate.due disse...

dos deuses também não quero nada, só que me deixem em paz e descanso

Teresa Durães disse...

a chuva já a conseguiste !

ter alguém que sonhe connosco é bom

Mateso disse...

Um mimo para alegrar...lá no azul.
Bj

tiaselma.com disse...

Gasolina,eis que surge um novo tipo de nuvem nos céus - Asperatus. Não vem dos deuses, como o pediste, antes do homem e de seu (mau) comportamento para com nossa casa.
Mas aguarda o 'roçagar de rosa branca'. É sempre tempo.

Beijocas desanuviadas.

Gasolina disse...

Escarlate.due,

Nem mais.

Mas como não acredito neles eles não me incomodam.

Gasolina disse...

Teresa,

E que bem que soube!
Que bem que cheirava a terra, o ar, as árvores!

Gasolina disse...

Mateso,

Sempre tu.
Sempre azul.

Vou sim.

Abraço apertado, beijo

Gasolina disse...

Selma,

Que será de nós sem a esperança?
Como alguém hoje me escreveu: verde-adiado.

Há sempre tempo de querer. E por em pratica, claro.

Beijo.
Hoje parecía os Açores por aqui. Calor morno, chuva, humidade, uma brisa com cheiros que salpicou. E eu tive saudades das Ilhas...

Papoila disse...

Esperei tanto que um dia ... me sonhasse. Fiquei sozinha eu, no sonho.

Um Beijo
BF

Gasolina disse...

Papoila,

Mas estás viva.
E pronta a sonhar. A permitires que te sonhem como mereces.


Um beijo Papoila dos Girassóis

Vicktor disse...

Querida Gasolina

Publiquei hoje uma rosa branca antes de ter lido este teu texto...

Que estranho desígnio este...

Beijinho.

Gasolina disse...

Vicktor,

Parece-me a mim que há designios incontornáveis, isso sim...


Beijo enorme