Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

quinta-feira, 14 de maio de 2009

O fundo é (sempre) branco

Agitou o pincel no copo de água, do ocre esvanecido uma espécie de fumo liquido criou ondas e fiapos e por fim tingiu uniforme numa cal parda despojando-se no segundo de toda a intensidade que a cor tivera no incolor. Ali, restringido a um mero copo de água morrera.

Tentou o vermelho. O mesmo, e o copo agora um pantano esverdinhado e opaco.

Voltou à aguarela enquanto o papel ainda estava húmido e em vez de tingir o pincel no redondo das tintas duras mergulhou-o no copo que fora de água limpa.

Encrespou-se, entre o verde fundo e o branco inchado alteraram-se as moléculas e sem que pudesse ter mão toda a água lhe saltou ao peito e o salpicou no rosto obrigando os olhos a cerrarem-se pela violência da tempestade. De seguida os gritos do encarnado, uma submersão entre destroços, bóias e braços e pernas e ainda bocas que pedíam a salvação numa nau esfrangalhada entre o ocre e o verde.

Quis agarrar o papel, enrolá-lo, amachucá-lo entre os dedos mas por cada investida mais a água que o empapava lhe subía ao nariz e impedía de respirar.

Olhou o copo antes do braço descer ao fundo. Limpido, cristalino...



(Telas, C.G. Março/2007)

12 comentários:

CNS disse...

E na tela branca, de cor feita de todas as cores, se traanferem as cores se colam nos nossos olhos.

Execelente, Gasolina.

Um beijo

Tchi disse...

Faço um brinde à limpidez e cristalinidade por cada sorvo a elevar a vida.

Beijinhos.

samuel disse...

Muito bom! Argumento para uma "curta" magnífica...

Abreijos.

escarlate.due disse...

mais um texto delicioso.
fazia tempo que não passava por aqui (raio do trabalho e dos dias só com 24 horas) e deliciei-me a ler os textos em atraso

Teresa Queiroz disse...

um furacão ... as cores zangaram-se :)

gostei

SONY disse...

Olá Gas espero que esteja tudo a correr bem com o lançamento do teu livro, que se inundem todas as livrarias e que depressa se esgote em todas elas. Engraçado hoje estava a ver um filme à tarde Coração De Tinta (Inkheart), e lembrei do que as palavras podem nos fazer sentir...
Um beijo,
Sony

É verdade, deixei-te uma coisa no meu canto...quando tiveres tempo...

Vieira Calado disse...

Uma bela pintura.

Cumprimentos

pentelho real disse...

os pintores são uns desgraçados...

Arabica disse...

Gas,


tão limpida a imagem que nos sobe aos olhos!

tiaselma.com disse...

Que viagem! Ritmo, agilidade.Precisei colocar a cabeça fora d'água e...respirar.

Excelente! Posso voltar?


Selma Barcellos (www.tiaselma.com)

SONY disse...

Quietude por aqui...
beijo,
Sony

f@ disse...

B e l o.... colorido o c(h)oro tingido...
escarlate o silêncio dos lábios
agarela de sangue e lágrimas...
cristal nos olhos...

imenso beijinho