Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2008

Detalhes



Ao fim de tantos anos a atender gente sabía dela apenas de a mirar, sem falas, sem confissões.
Atentava-se no olhar, na sua força, na capacidade de o manter preso aos seus olhos castanhos. Aí avaliava um pouco do seu carácter, dumas vezes a frieza desprezível entre o balcão que dividía quem vendía e quem procurava, doutras a intenção de quem se sentía bem na sua pele e encarava os outros na frontalidade de se saber o que se quer.


Dar a chávena ao cliente e vê-lo pegar na sua pequenina asa escaldada permitía-lhe observar as unhas, os dedos, a pele que cobría como uma capa mãos tão delgadas como a porcelana; outras apertavam o objecto na sua mão como um ninho escondendo um pássaro a cuidar do ovo. Havíam aqueles que pousavam delicadamante no assento do pires sem ruído, uma quase desculpa pelo ir embora, um saír à francesa sem ninguém dar conta e os outros, ah! os outros que mostravam alguma satisfação no sonoro do eminente caco e até acenavam Obrigado, até à próxima!


Na terceira fase vía-lhes os lábios, bocadinhos de carne a mordiscar o branco da loiça ou o beiço que mal toca e foge ou aquele que parece que gagueja táctil e nunca mais se aventura ao liquido que receie o queime e lhe defeitue a virtuosa boca.


E por último o pagamento: esperar com a nota na mão sem a largar. Bater com as moedas e ouvi-las tilintar como dono daquele bocado. Pousar o dinheiro e fazê-lo deslizar até à mão dela, timidamente.


Sabía de todos. E no entanto, quem a visse apenas a julgava a empregada do café.

28 comentários:

M. disse...

Quis ela que assim fosse. E eu diria que soube servir com arte.

Beijos para ti, outra para ela

Victor disse...

Querida Gasolina
Que observação perfeita da realidade da vida. Além disso, uma magnífica forma de escrever.
Beijinhos.

nice disse...

Quem me dera "ilustrar" assim tão bem...

S.M.R disse...

"detalhes"
Por vezes julgam que são apenas detalhes!
Detalhes.pequeninos detalhes!
no entanto não seremos todos nós feitos de inumeros detalhes? E que cada um deles é não apenas mais um! Mas sim mais um imprescindivel,faz parte!
A vida, nós, o mundo somos todos um conjunto de importantes detalhes!

vamos lá a tomar mais atenção a cada detalhe, talvez assim nos compreendamos melhor tudo o que nos rodeia!

bom post!

Um beijo enorme cheio de recortes e detalhes para ti!
beijo
sony

laura disse...

como eu me revejo nestas tuas palavras, eu também vejo para além da pele e do sangue...
talvez seja por isso que gosto das tuas palavras.

poetaeusou . . . disse...

*
que detalhe,
tão bem detalhado,
,
conchinhas
,
*

impulsos disse...

É o julgar das aparências que tantas vezes engana quem se julga sabedor e dono da razão!...
Pequenos detalhes que fazem a diferença entre quem sabe e quem se julga que nada sabe...

Adorei o texto, uma verdadeira lição para os mais distraídos!

Beijo

Mateso disse...

quotidiano de pensares e olhares baixos mas avaliativos.
Muito Bom.
Bj

papagueno disse...

Será que somos assim tantas vezes analisados. Boa imagem, muito ternurento o bichano.
Bjks

marisa disse...

gosto tanto de detalhes! são assim como as entrelinhas da vida. este está delicioso! (acho que a laura vai gostar, ela também espraia a vista sobre eles...)

1 beijo

marisa

Aspásia disse...

JÁ DIZIA UM FILÓSOFO FANCêS "IL Y A PAS DE GRAND HOMME POUR SON VALET DE CHAMBRE"...

NESTE CASO - NÃO HÁ GRANDES HOMENS NEM MULHERES PARA A EMPREGADA DO CAFÉ QUE OS ANALISA, QUE JÁ ATRAVÉS DA OBSERVAÇÃO DIÁRIA LHES ADIVINHA AS FRAQUEZAS...

UMA BELA ANÁLISE DO SER-SE HUMANO QUOTIDIANAMENTE...

BEIJO-CAFÉ...

Moonlight disse...

Mais do que empregada ela é uma observadora atenta dos gestos, são pequenos pormenores que a fazem sonhar com aquele olhar que a arrepiou.

:)

Beijo

Joanne disse...

Fizeste-me lembrar uma Crónica do Pedro Paixão. Gostei imenso do que li! E a foto é simplesmente fantástica, tenho um felino muito parecido =D

gasolina disse...

M.,

Que assim seja.
Que isto é só para quem consegue mesmo "ver".
E honra faço à senhora que me serve o café todas as manhãs, sempre de sorriso, sempre atenta, "olhe o seu barco está quase a partir, mas ele hoje espera por si".

Beijo(s)

gasolina disse...

Victor,

Quem me dera que os meus textos fossem tão bons quanto tu o fazes supôr!

Muito obrigado, Querido Victor, mas limito-me a observar e a captar gestos.

Um beijo enorme

gasolina disse...

Nice,

Deixa-te disso!

Tu ilustras bem melhor do que eu risco palavras.

Beijo Linda Nice

gasolina disse...

S.M.R.,

Bons argumentos, muitas verdades.

Perde-se o gosto do detalhe pelo alcance da paisagem na totalidade até à linha do horizonte. É a normalização, o standard. Julgamos um por todos, misturamos todos num só protótipo.

Obrigado pelos teus recortes, reply de Formiga à séria!

Beijos, saudades muitas.

gasolina disse...

Laura,

Gosto de pormenores, aprecio-os, fixo-me neles até os saber de olhos fechados, engulo-os e mantenho-os sempre mornos na minha memória.
Talvez um dia consiga descrevê-los como se mostrasse um RX.

Obrigado pelas tuas palavras que tanto senti.

Um beijo.

gasolina disse...

Poeta Eu Sou,

Obrigado Homem das marés.
Apanho algumas das tuas conchas e escuto-as.

BEI/de MARÉ

gasolina disse...

Impulsos,

Somos sempre muito rápidos a julgar os outros, não é? É uma capacidade que só os humanos têm, o tal ser superior e inteligente...

Disseste tudo e muito bem dito. Obrigado.

Um beijo para ti I.

gasolina disse...

Mateso,

Tens sempre um poder de síntese invejável. (Deformação profissional?)

Muito obrigado Azul.

Um beijo Mateso.

gasolina disse...

Papagueno,

Somos sim.
Na minha vida tenho encontrado pessoas absolutamente irresistíveis que me relatam actos destes como se mostrassem frames.
E no entanto, parecem sempre tão desatentas de quem passa.

Obrigado, adoro esse gato, é igual ao meu gato Pipoca.

Beijos muitos para ti para o Bairro.

gasolina disse...

Marisa,

Mais uma vez surpreendes-me.
Adivinhaste os comentários da Laura, mais acima...

Muito Obrigado Pézinhos de Lã.

Um beijo que te chegue pelo Rio R.

gasolina disse...

ASPÁSIA,

É MESMO JARDINEIRA, TENS TODA A RAZÃO.
E ESTE É APENAS UMA FORMA DE DEMONSTRAR O MEU APREÇO POR QUEM ME SERVE SORRISOS E CAFÉ LOGO PELA MANHÃ, MUITAS DAS VEZES AINDA NEM O DIA ACORDOU...

HUM... BEIJOS DE CAFÉ? GOSTO, GOSTO!

gasolina disse...

Moonlight,

É sim.
Muitas pessoas dão-nos serviços que compramos e tendemos sempre a esquecer o lado humano que se encontra do outro lado do balcão.
Eu gosto de observar tudo. Mas sei que também me observam.

Um beijo grande e nocturno

gasolina disse...

Joanne,

Fazes-me sorrir...

Já somos duas a termos destes companheiros miaus (o meu é mesmo laranja). Impossível resistir-lhes...

Fica bem

pin gente disse...

que desfasada eu ando... prometo voltar e ler-te toda

beijo
luísa

gasolina disse...

Pin,

Volta quando tiveres vonatde.
A Árvore está à tua espera.

Beijo para ti.