Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

domingo, 8 de março de 2009

Do belo

Descobriu-se-lhe o mundo como se tudo tivesse começado nesse instante e à medida de cada pensamento e gesto novas árvores, outras flores, tantas coisas das quais já sabía o nome e que reiventava com outras formas e funções, afastando os fantasmas do estático e do normativo, concepções desenhadas tão só na vontade de lhes atribuír a beleza pela coisa do belo sem se incomodar com alinhamentos e realidades que fugíam do caminho da felicidade.
Escreveu tudo o que lhe veio à cabeça, endeusou-se, fez-se ícone e até semiótica, afinal o mundo é de quem o escreve e quando se é autor há a escolha, deixa-se o ser homem o ser mulher, o ser cousa de outros, é-se conquistador.

6 comentários:

ASPÁSIA disse...

QUERIDA GAS

DEIXO UM BEIJO ATRASADO
PELO DIA QUE PASSOU...
QUE SEJA POR TI GUARDADO,
COM CARINHO E COM AGRADO,
COMO UMA FLOR QUE TE DOU!

Teresa Durães disse...

nas histórias escritas temos a possbilidade de criar todos os mundos

CNS disse...

Quando se escreve é-se aquilo que se sonha na ponta dos dedos.


um beijo

Laura disse...

E é-se grande, muito grande!
Um beijo feliz.

escarlate.due disse...

este texto está mesmo excelente.
provavelmente até nem lhe dei a interpretação que o autor pretendia mas dei-lhe a minha e recordei como é bela a sensação de olhar o mundo e ver e conseguir descrever

beijinhos foryou

ASPÁSIA disse...

OLÁ GAS!

DE FACTO O QUE É NECESSÁRIO É REINVENTAR, VER COM NOVOS OLHOS, DESCREVER COM NOVAS PALAVRAS, A BELEZA QUE TINHA FICADO INVISÍVEL NAS COISAS E NAS PESSOAS ATÉ ESSE MOMENTO DE ILUMINAÇÃO!
NUNCA É TARDE PARA ENCONTRAR A PÉROLA NACARADA DO BELO ESCONDIDA NA CINZENTA CASCA DA OSTRA QUOTIDIANA!
UM TEXTO MUITO APROPRIADO AOS TEMPOS QUE CORREM.

BEIJO PÉROLA!