Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

quinta-feira, 19 de fevereiro de 2009

Janela para dentro de mim

Assim estou eu, de olhos rasgados, sem filtros, sem peneira que separe o bom do lixo.
Que venha tudo, que venha mais, eu aguento. Sempre aguentei, porque não agora?!
Dias de memória, os que chegam... Ainda assim, sento-vos à minha mesa, tiro-vos do coração e sento-vos à minha mesa, com tudo, com criticas e gargalhadas, com muito barulho e muita canção. E vocês hão-de voltar cá para dentro satisfeitos comigo, hão-de ser noites boas, com os nossos paladares, os nossos aromas.
Depois não se esqueçam de fechar a porta. Quero-vos todos de volta, cá dentro de mim, preciso-vos para voltar a estar completa.

10 comentários:

Arabica disse...

Gostei muito deste.


E saio fechando a porta.

pront'habitar disse...

...e do bom e do mau se compõe a nossa vida.

e tudo.

Abssinto disse...

Voltarei sempre, se fechares a porta abro uma janela;)

bjs

Gasolina disse...

Arabica,

Este não está sózinho, é-me de mais eus, todos em mim.

Um beijo

Gasolina disse...

Pront'habitar

E tudo.
Tudo o que se puder embeber na plenitude.

Gasolina disse...

Abssinto,

Assim o espero.

Embora as minhas janelas, por vezes, se revelem nas alturas, até mesmo para eu própria poder trepá-las!

Beijo A.

Laura disse...

A porta nunca se fecha, querida Gasolina!

pin gente disse...

engraçada a vida... escrevi umas palavras que são um pouco opostas às tuas... não publiquei (talvez o faça mais tarde)... são momentos... nem todos bons.
gosto mais dos teus.
um beijo

Gasolina disse...

Laura,

Espero que não.
Mesmo que fique entreaberta e só uma nesga de luz espreite.

Um beijo Querida Laura

Gasolina disse...

Pin,

Eu tb tenho momentos menos bons. Alguns até muito feios. Mas fazem parte do que sou. Como tu tens os teus e te conferem uma assinatura única no Universo.

O importante é reconhecê-los e sabê-los feios e sabê-los bonitos.

Um beijo L.