Todos os textos são originais e propriedade exclusiva do autor, Gasolina (C.G.) in Árvore das Palavras. Não são permitidas cópias ou transcrições no todo ou/e em partes do seu conteúdo ou outras menções sem expressa autorização do proprietário.

sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Tríptico


O tempo anda baralhado, chove pela madrugada para logo lavar a cara das nuvens e aparecer o rei todo ufano de bochechas inchadas a bufar uma brisa suave e cálida que me transtorna os sentidos e me faz perder o tino pela promessa de Primavera esbatida em flores e zumbidos de abelhas que apenas querem do doce pão para a boca de sua majestade. Vejo florir árvores como neve rosada pousando rendilhada sobre galhos ainda secos e adormecidos, acelera-me a vontade de braços descobertos e colo nu, da noite para o dia, quanto tempo me adormeci neste Inverno que não dei conta da chamada e fiquei presa a lãs e lareiras, tintos de memórias de outros frios.
Reparto-me nas fatias de coração, alma e corpo.
Faminto-me aquada na vontade de me fazer chuva, expôr-me exibicionista nas lágrimas da saudade e no entanto, o coração carmim alegra-se no fio de sol até ao êxtase, ri, agita o corpo, balança-o galhofeiro e dança, dança todo o corpo no frenesim da liberdade, feitiços de mim mesma, saciedade de boca e de mãos e destas nas minhas e ainda o grito chamando o tempo certo nas estações certas.
Eu quero lá saber se chove no Verão ou neva agora, se o frio desapareceu de dentro de mim e o sol arde na minha pele como quando se ama e ao toque me entonteço louca porque de três partes que sou feita, de todas elas sou feliz.

6 comentários:

Benó disse...

Ser feliz,independentemente da climatologia real ou sentimental é importante e, ainda bem que conseguiu esse estádio de alma. Parabéns pelo texto.
Tenha uma boa semana, e
Seja Feliz!

gasolina disse...

Benó,

Muito obrigado pelo seu regresso e palavras tão gentis.

Procuro ser feliz sim, não é essa obrigação de cada um de nós nessa vida? Obrigação e direito.

Um beijinho, óptima semana!

marisa disse...

Permite-me deixar aqui um lema, dito pela Katherine Hepburn, que li algures em alemão e que traduzo assim:

"nunca deixo de ter em mente que o simples facto de existir já é divertido"

eu acredito mesmo que a felicidade está dentro de nós e que...nós somos as nossas melhores companhias!

continua sempre a ser feliz

beijos

marisa

Aspásia disse...

UM FENESIM DE ESCRITA!
UM FRENESIM DE VIDA!

FRENESINAR É VIVER!

BEIJO FRENÉTICO:)

gasolina disse...

Marisa,

Acredito sempre.
E acredito em mim, sem falsas modéstias, mas convicta que a felicidade está nas pequenas coisas e no apoveitar do dia-a-dia.

E obrigado por me ensinares essa frase tão bonita, vinda de uma mulher linda por dentro e por fora.

Um beijo para ti.

gasolina disse...

ASPÁSIA


FRENESINAR É UM VERBO E TANTO!!!

MAS QUE GOSTO!
E QUE TANTO PARTICAR NA PLENITUDE DA VIDA E DO SONHO.

UM BEIJO NUM ABRAÇO PARA TI, JARDINEIRA